segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

O lado B da vida

Por: Lucas S. Ferreira

post

Em uma conversa recente, a conclusão foi:

Tudo tem seu lado bom!

Parece conversa de conformista ou de livro de autoajuda.

Pode até ser e é mesmo em alguns casos.

Mas até essa afirmação tem o seu lado bom.

A própria aceitação dos fatos carrega algo muito bom em si mesmo.

Aceitar não é renunciar e ser derrotista.

Aceitar é ser livre, tirar o peso. Deixar ir…

Tudo tem seu lado B.

Tudo tem outra face. Um novo começo ou apenas mais um final.

Ficamos no meio dessas coisas estranhas que nos acontecem na vida e correndo para todos os lados tentando solucionar, se livrar e amarrar, nos esquecemos que pode haver um caminho escondido ali bem á frente, muito escancarado que não conseguimos ver, pois simplesmente não paramos para analisar um pouco o que realmente está acontecendo a nossa volta.

Existe um lado B.

Há uma escolha diferente.

Permanece o ato de arriscar.

Obviamente que em alguns casos somente o tempo vai mostrar alguns pontos positivos de algumas circunstâncias ruins que tivemos que abraçar, chorar e seguir em frente, pois não havia outra saída.

Mas até mesmo a coragem de caminhar de mãos dadas com a dor e a frustração, de cabeça erguida é um lado bom, uma escolha boa. Bem melhor do que ficar parado se lamentado sobre os cacos esparramados pelo chão.

Precisamos de tempo para recompor nossa sanidade, precisamos de ar para respirar quando existem lágrimas demais, e precisamos de tempo para ver a dor se transformar em saudade com cobertura de amor…

Mas tudo tem seu lado bom!

Só temos que aceitar isso. Aceitar que podemos ser felizes outra vez.

Aceitar que aquela perda lhe trouxe o alívio que você precisava.

Aceitar que as coisas podem dar certo.

É incrível como algumas pessoas acreditam que nasceram somente para sofrer, e quando acontece algo de bom elas procuram estragar tudo para que a vida volte ao “normal”.

Existe gente assim.

Tem gente que tem que arrumar uma briga quando tudo está bem só para sentir um pouco mais satisfeita, amada ou requisitada. Tem gente que empurra a “vida que dá certo” para debaixo do tapete, porque não sabe o que fazer com toda aquela felicidade que às vezes está por todos os lados.

Afinal ser tão de bem com a vida pra quê?

Que graça vai ter ser uma pessoa que sempre dá um jeito de ser sempre “de boa” com tudo e com todos.

“Se eu fizer isso vou ter cara de palhaço e a minha vida vai ser uma chatice”.

Existe gente assim.

Relaxa gente! Vamos ser menos doloridos e mais coloridos.

Se o céu estiver cinza que delícia para um chocolate quente.

Impossível ser feliz ou triste o tempo todo, no entanto aceite o que está lhe sendo apresentado, pois não temos controle dos fatos.

Olhe para aquela coisa amarga ali parada na sua frente, engula seco, atravesse, chore, pise nos espinhos, abandone ou abrace, mas não deixe de observar que de um modo escondido pelas lágrimas ou pelo tempo há algo especial feito somente para você.

Algo que vai estampar um sorriso em você qualquer dia desses quando você menos esperar.

Já tá na hora de tocar outra música.

Fazer outro som.

Tudo tem um lado B de bom.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on TumblrPin on PinterestEmail this to someone
Sobre o autor

Lucas S. Ferreira

Mineiro, Psicólogo por formação, escritor por insistência, desenhista por hobbie e pianista por não ter mais o que fazer!

COMENTÁRIOS

BUSCAR

facebook instagram twitter youtube

Tem uma sugestão?

Indique um post!

NEWSLETTER