segunda-feira, 22 de maio de 2017

Ir amando

Por: Lucas S. Ferreira

post

Não importa quem seja. Não importa de que forma aconteceu, e não importa como tudo vai continuar.

Amar alguém é algo imprevisível, é algo continuado.

Não se reduz a simples palavras e nem mesmo a sentimentos escuros.

É algo estranho e simples que acontece e continua acontecendo eternamente ou por segundos.

Ninguém é ninguém pra dizer o que está certo ou errado. Ninguém tem o seu coração e os seus motivos para explicar o porquê do seu amor ter recaído sobre aquela pessoa e não outra.

É algo pessoal, mas que deve ser compartilhado.

É algo intenso que deve ser moderado.

É algo que ninguém mais sentiu da maneira que você sentiu.

Tudo o que tem aí dentro de você é único.

Seja firme no que você sente se acredita que vale à pena.

Não desista por algumas poucas coisas que aconteceram, ou não desista pelas milhões de coisas que aconteceram se você acredita que vale a pena.

Só você sabe o que tem aí dentro e o que não tem.

Não é todo dia que se esbarra com o amor da sua vida.

Permaneça, perdoe, chore, abrace, diga o que nunca disse e engula algumas coisas que já nem fazem tanto sentido mais.

Tudo isso é muito bonito de se dizer, mas não é fácil de se vivenciar.

Mas o que você sente é único… já disse isso…

Então prossiga pelo caminho que achar melhor, porém pense um pouco se é isso mesmo.

O que você sentiu um dia, morreu?

Não acredito… porque amor não se morre, se emoldura nas paredes da alma e se estampa nas portas da vida.

Sempre está lá. Sempre será lá.

O que vem depois, vem depois… novos amores, novas pessoas, novos corações, novas lágrimas e também nova disposição para se tornar melhor.

Não brigue. Não quebre os pratos. Ou faço isso se achar necessário.

No entanto, se lembre sempre que foi amor e que foi único.

Independente de tudo e até de você mesmo, ele continua existindo parado no tempo e nas lembranças, procurando resistir para que pelo menos você tome consciência um dia de que valeu à pena.

Mesmo não importando como tudo terminou.

O importante é que tudo começa de novo, mesmo que seja com o mesmo amor…

Brega, mas necessário.

Abraços sempre.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on TumblrPin on PinterestEmail this to someone
Sobre o autor

Lucas S. Ferreira

Mineiro, Psicólogo por formação, escritor por insistência, desenhista por hobbie e pianista por não ter mais o que fazer!

COMENTÁRIOS

BUSCAR

facebook instagram twitter youtube

Tem uma sugestão?

Indique um post!

NEWSLETTER