Publicações de Juliana Santin

Juliana Santin

Humana, demasiado humana, apreciadora da companhia de crianças, adolescentes e velhinhos que retomaram o gosto pela vida, em busca constante por pessoas que mantêm o brilho nos olhos.

imagem-post
terça-feira, 18 de abril de 2017

Onde foi parar a tal da empatia?

“Fiquei amiga do mendigo”, disse eu. “Pode riscar da sua lista das coisas a se fazer”, respondeu meu irmão. Esse pequeno diálogo, ocorrido outro dia com meu irmão, ao contar para ele sobre esse meu curto encontro com o...

LEIA MAIS
imagem-post
sábado, 1 de abril de 2017

Por que Moana não é um filme feminista

Confesso que nunca fui uma feminista militante e não pretendo ser. Acompanho as infindáveis disputas de todos os lados, as violências, os exageros, acho que muito do que se faz, ainda que com ótima intenção, acaba sendo um desserviço...

LEIA MAIS
imagem-post
segunda-feira, 27 de março de 2017

Por uma vida cada vez mais inútil

Será que a felicidade tem alguma utilidade? Costumamos pensar nas coisas úteis como coisas boas, desejáveis. Mas, afinal, o que seria uma coisa útil? Sem pensar muito, diríamos que útil é tudo aquilo que serve para alguma coisa. Em...

LEIA MAIS
imagem-post
sábado, 25 de março de 2017

Viver é melhor que sonhar

Costumamos pensar na esperança sempre como uma coisa boa. “A esperança é a última que morre”, diz o ditado popular. Mas, afinal, é mesmo bom ter esperança? A vontade de escrever esse texto aumentou recentemente, quando passei a associar a...

LEIA MAIS
imagem-post
terça-feira, 21 de março de 2017

Somos todos grandes fingidores mascarados

Sou do tipo de pessoa que quando cisma com uma música, escuta repetidamente por horas, dias seguidos. Aconteceu comigo isso recentemente com a versão da música The Great Pretender cantada pelo Freddie Mercury. A música é bem antiga, dos...

LEIA MAIS
imagem-post
sexta-feira, 17 de março de 2017

A certeza da mortalidade no muro de Sartre

Somos mortais. Essa é a única certeza que temos. O ser humano é o único ser que sabe que vai morrer. Então, por que vivemos como se fôssemos imortais? Perdemos um tempo enorme com bobagens, picuinhas, dores e dissabores...

LEIA MAIS
imagem-post
segunda-feira, 13 de março de 2017

Esse bicho chamado MULHER

Fui convidada por esse blog a escrever um texto com o tema “mulher”, nesse mês de março, e me vi em uma situação difícil: diante de tantos textos de excelente qualidade abordando os mais variados pontos de vista sobre...

LEIA MAIS
imagem-post
segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

O cativeiro psicológico e o medo de ir mais longe

  Recentemente chegaram à minha casa dois gatos que passaram por uma situação peculiar. Após 4 anos vivendo em uma casa com total acesso a todos os espaços e convivendo ativamente com as pessoas com quem moravam foram, por motivos...

LEIA MAIS
imagem-post
segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Porque a maior transgressão é ser você mesmo

Esses dias, estava pensando sobre como algumas atitudes que tomamos soam como um ato de transgressão e sobre como isso diz respeito a seguir valores internos e não externos. Eu sempre brinquei que usar meu cabelo naturalmente cacheado era...

LEIA MAIS
imagem-post
sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

A alegria só mora no agora

O diálogo começou assim: “mãe, não vejo a hora que chegue amanhã”. O motivo dessa frase de meu filho era a chegada dos gatos, que viriam para a nossa casa no dia seguinte. O motivo era mesmo nobre para...

LEIA MAIS
Página 3 de 512345

BUSCAR

facebook instagram twitter youtube

Tem uma sugestão?

Indique um post!

NEWSLETTER